7 de jul de 2010

Uma ótima surpresa.

Uruguai surpreende Puma

A maior aposta nas ações de marketing da fabricante alemã de material esportivo eram suas quatro seleções africanas e a Itália, campeã de 2006


Por Robert Galbraith, de Johanesburgo - Atualizada às 17:41
06 de Julho de 2010 às 15:31

Parace que os 60 anos sem títulos mundiais do Uruguai fizeram muito mal à memória da Puma. As maiores ações de marketing que a fabricante de material esportivo alemã programou para suas sete seleções na Copa de 2010 foram concentradas em Camarões, Argélia, Nigéria e Gana - esta a última representante do continente a sobreviver na primeira fase e que acabou elimanda pela celeste olímpica, como os uruguaios se referem à sua própria seleção. 

A Itália, atual campeão do mundo, e a Suiça, também caíram na fase de grupos e deixaram a Puma apenas com o Uruguai, que nesta terça-feira, 6, enfrenta a Holanda com muitos desfalques. 

Praticamente não há nenhum trabalho da marca na África do Sul com destaque para o Uruguai e era mais fácil encontrar ingressos para o jogo desta tarde no Green Point em Cape Town do que camisas oficiais da Celeste em lojas de artigos esportivos no país da Copa. Mesmo com a eliminação na semi-final, o Uruguai volta a campo neste sábado, para a disputa do 3º lugar.

M&M Online entrou em contato com o escritório de relações públicas da marca na África do Sul, que reconheceu a grande aposta nos times africanos mas que não poderia comentar a logísitca da distribuição de seus produtos no país.

A Puma repetiu sem o mesmo sucesso a estratégia usada na Copa Africana de Nações, disputada em janeiro em Angola, onde patrocinou 13 das seleções participantes. Na final entre duas de suas equipes, o Egito venceu Gana por 1 a 0 e faturou seu quinto título na competição entre as melhores seleções do continente africano. A Nike, por sua vez, abasteceu bem as lojas sul-africanas e todas as camisas de suas nove seleções tem grande oferta no varejo local. 

Desde a eliminação do Brasil, todas as ações da empresa se concentram na Holanda, sua última representante. A outra semifinal, que acontece em Durban na quarta-feira, dia 7, haverá o duelo entre as duas remanescenes da Adidas na competição: Alemanha e Espanha. 

Com isso, a tão esperada briga entre Adidas x Nike acontecerá até a partida final do Mundial, que acontece no domingo, 11.



Nenhum comentário:

Postar um comentário