22 de jul de 2010

Recuperando o lucro perdido.

GM fecha acordo para comprar a AmeriCredit por US$ 3,5 bilhões

Com a aquisição, montadora volta a ter um financiador de automóveis dentro do próprio grupo

DETROIT - A General Motors afirmou que fechou acordo para comprar a AmeriCredit Corp., empresa de financiamento de automóveis, por US$ 3,5 bilhões, tendo em vista o aumento da disponibilidade de empréstimos e de leasing de automóveis. Com a aquisição, a GM terá um financiador de automóveis dentro do próprio grupo pela primeira vez desde que vendeu o controle do seu braço financeiro GMAC em 2006.

A GM vê o negócio como uma maneira de aumentar suas vendas, um passo importante para os planos da montadora de retornar aos mercados até o outono (no Hemisfério Norte).

"Esse é outro bloco importante no alicerce para um IPO (oferta pública inicial de ações)", afirmou o diretor-financeiro da montadora, Chris Liddell. "A aquisição nos permitirá, por meio de um investimento de capital relativamente modesto, atingir uma área com grande potencial."

As montadoras podem usar seus braços financeiros para tornar o crédito disponível a fim de impulsionar as vendas de carros e caminhões. Sem um braço financeiro, a GM não tem sido capaz de atender muitos clientes com ofertas de leasing e financiamento para compradores, cuja avaliação de crédito aponta risco.

As operações de leasing correspondem a 7% dos negócios da montadora, enquanto a média da indústria automotiva é de 21%, disse Liddell. Segundo ele, cerca de 4% dos compradores da GM tem avaliação de crédito arriscada, enquanto 40% dos consumidores norte-americanos entraram para essa categoria.

Liddell destacou que a participação da AmeriCreditnas vendas da GM provavelmente não ultrapassará 10%, mas acrescentou que o negócio vai permitir à montadora a alcançar consumidores, que estavam fora do seu alcance anteriormente. A GM continuará a procurar acordos com outros bancos, como vem fazendo há vários meses, para expandir ainda mais a disponibilidade de empréstimos.

Segundo os termos do negócio, a AmeriCredit continuará a oferecer empréstimos para compra de veículo fabricados por outras montadoras. As informações são da Dow Jones.

Clarissa Mangueira / Agência Estado | 22/07/2010 | 10:41


Nenhum comentário:

Postar um comentário