22 de jul de 2010

O consumo de eletrodomésticos brasileiros e chineses "aumentou de 69% para 81%" nos últimos anos na argentina

Argentina freia vendas de Brasil e China





Buenos Aires - Argentina aplicou hoje impostos especiais à importação de processadores de alimentos fabricados no Brasil e China por "dumping" (comércio desleal) que causou "dano à indústria nacional".


O consumo de eletrodomésticos brasileiros e chineses "aumentou de 69% para 81%" nos últimos anos na argentina, assinalou o ministério argentino.
Também dispôs direitos (impostos) especiais ao ingresso de tecidos de poliéster para cortinas procedentes da China cuja parcela no mercado passou de 0,2% para 31% da indústria argentina, que, além disso, sofreu "uma queda na rentabilidade", apontou.
A resolução, que entrou em vigor ao ser publicado no Diário Oficial, assinala que foram investigados tecidos de poliéster para cortinas originais do Brasil aos que "não se aplicaram medidas por não terem achado 'dumping' nem dano à indústria nacional".

22/07/2010 | 14:47 

Nenhum comentário:

Postar um comentário