23 de jul de 2010

Na Alemanha, as vendas da Volkswagen caíram 16 por cento por causa do impacto do final do programa governamental de incentivo à troca de veículos velhos por novos.

Vendas da Volkswagen no 1o sem sobem 16%, apoiadas por China



Frankfurt - A Volkswagen, maior montadora de veículos da Europa, informou nesta sexta-feira que suas vendas subiram 16 por cento no primeiro semestre do ano, puxadas por forte demanda chinesa.


A companhia vendeu 3,58 milhões de carros nos primeiros seis meses do ano, mais de um quarto do total indo para a China, maior mercado automotivo do mundo.
"Estamos também otimistas para o restante do ano e esperamos ter uma performance melhor que a do mercado geral", disse o diretor de vendas da companhia, Christian Klingler, em comunicado.
O crescimento das vendas de automóveis na China caiu abaixo de 20 por cento pela primeira vez em 14 meses em junho, como resultado de redução nas medidas de estímulo do governo e disputas trabalhistas em fábricas.
Na Alemanha, as vendas da Volkswagen caíram 16 por cento por causa do impacto do final do programa governamental de incentivo à troca de veículos velhos por novos. Até 2008, o mercado doméstico da montadora era o maior e agora o volume vendido está um pouco acima da metade registrada na China.

Maria Sheahan,  | 23/07/2010 | 09:21



Nenhum comentário:

Postar um comentário