22 de jul de 2010

Dicas para te dar aquele nó na garganta.

Não sei se é mito ou verdade, mas sempre escuto que o irmão ou marido de alguém, na hora de dar o nó da gravata, pede socorro ao porteiro.

Para ajudar a solucionar o problema, ficam aqui algumas dicas e links para vídeos mais do que didáticos do site Videojug, ensinando o passo-a-passo dos três nós mais comuns. (Clique sobre as imagens para assistir aos vídeos.)

Nó Simples
Nó Simples
É o nó mais antigo e o mais simples de todos. O ideal é adotá-lo com gravatas mais espessas, como as de seda jacquard e camisas com colarinhos mais fechados. Indicado para pessoas altas ou com rosto redondo.

Nó Windsor
Nó Windsor
Erroneamente associado ao Duque de Windsor, é o maior entre os nós e requer colarinhos mais abertos (italiano  ou francês).  Use-os com gravatas pouco espessas.

Semi-Windsor
Nó Semi-Windsor
É o nó mais verstátil de todos. Não só valoriza a maioria dos formatos de rosto, como também é adequado a todos os tipos de colarinho.
Fonte: Para quem gosta do assunto, um livro ótimo sobre o assunto é “How To Tie A Tie – Choosing, coordinating and knotting your neckwear”, de Daniel K. Hall.

Nenhum comentário:

Postar um comentário