25 de ago de 2010

Otimizando o uso de sua comunicação eletrônica.

Erros no e-mail marketing

O área do marketing voltada ao uso do e-mail como canal direto de propaganda é muito comum, mas mesmo sendo uma ferramentas com mais tempo de uso, a maioria das empresas o utilizam muito mal. Usado bastante devido a popularidade do e-mail, este tipo de marketing pode ser muito efetivo se bem usado, mas muita empresas desistem por não conseguirem resultados esperados, geralmente porque não utilizam a ferramentas corretamente. Entenda em 5 rápidos tópicos os erros mais comuns:

1 – Envio sem permissão e/ou não dar opção de cancelamento:
Um dos fatores que mais irritam os internautas é receber um e-mail marketing que nunca vai utilizar, nunca entrou em contato ou nunca teria acesso. Muitos desses envios sem permissão acontecem pela compra de pacotes de e-mails, ou seja, são pessoas que comercializam bancos com dezenas, centenas ou até milhares de endereços. Você compra os endereços, recebe e envia para essas pessoas que não se interessam por você ou que tenha alguma ligação com o que você tem a oferecer. Este erro é muito comum ainda pois as empresas pensam muitos em números, esquecem que nem sempre quantidade é qualidade. O que acaba causando ainda mais reclamações é a falta da opção de opt-out, aquele link para cancelar o recebimento e isso incomoda o internauta pois ele não pediu para receber e nem consegue pedir para parar,  mesmo quando ele opta pelo recebimento,  mas não quer mais receber, a falta ou a dificuldade de opt-out é frustrante.

2- Não planejar a frequência ou controlar retorno:
A frequência com que os e-mails são enviados vai influenciar diretamente se ele vai continuar recebendo ou não. Não existe um valor certo de e-mails a serem mandados, vai depender de o que você está oferecendo para as pessoas, mas lembre-se, ninguém gosta de spam e ele com certeza vai fazer com que as pessoas queiram parar de receber. O controle do retorno também é fundamental, saber quantas pessoas estão optando por receber e quantas estão cancelando,  vai dizer a você se o seu conteúdo está sendo bem recebido ou se você deve repensá-lo. É possível, quando o usuário optar por cancelar, você perguntar a ele porque optou pelo opt-out e com esse feedback você vai preparar melhor os seus futuros e-mails.

3- Informativo mal-feito:
O que é muito comum por aí é o mal uso dessa ferramenta de marketing. São imagens mal recortadas ou muito pesadas, texto com contrastes ruins que dificultam a leitura, etc. Esses e diversos outros erros fazem com que você desperdice o seu envio, assim como em anúncios de jornais, revistas e outros impressos, se ele não for atrativo e bem aproveitando, você vai estar perdendo seu dinheiro e o seu tempo. Pense no e-mail marketing como uma extensão do seu investimento em comunicação e não o único.

4- Mensagem sem relevância:
Utilizar o canal de comunicação com o cliente para mandar mensagem inúteis ou de pouca relevância também vai levar ele a cancelar o recebimento, você pode estar desperdiçando um futuro comprador por não enviar a ele o que estava esperando. O cancelamento ou não do recebimento de e-mails vai depender dos primeiros enviados, então, se o usuário não receber algo relevante logo no primeiro envio, ele vai cancelar e deixará de receber informações que poderiam ter sido úteis.

5- Enviar para as pessoas erradas:
Esse problema é muito comum pelo mesmo fator citado no item 1, os bancos de endereços. Enviar e-mail marketing falando de show de rock para alguém que odeia rock é um erro, você está gastando tempo seu e da pessoa. Este problema vai acabar indo parar nos itens citados a cima, você vai enviar para pessoas que vão considerar aquele conteúdo irrelevante e de vários e-mails enviados poucos darão retorno. A empresa deve planejar o envio e procurar atingir apenas o público-alvo do segmento em que atua.

Dennis Altermann | 24/06/2010


Nenhum comentário:

Postar um comentário