9 de ago de 2010

1 ou 2 certificações não vão provar que eu sou o "expert" no assunto, mas provarão que eu o conheço e não "caí ali de paraquedas"

Certificar, eis a questão



A cada dia percebo mais e mais pessoas discutindo a respeito de certificações. Algumas dizem ser de extrema importância, outras afirmam, com plena certeza, que elas não provam nada, e no meio dessa confusão me pergunto: quem tem a razão? Essa é uma pergunta de difícil resposta. Primeiro que não devemos ser tão radicais, nada é tão bom e nada é tão ruim, sempre existe um meio termo, então vou ponderar algumas experiências minhas a respeito do assunto.

"Certificação não prova nada". Já escutei e até repeti essa afirmação, falei isso sem pensar e talvez porque existam meios fáceis, e até ilícitos, de se conseguir uma certificação. Mas analisando com mais calma, descobre-se que não é bem assim. Mesmo com os facilitadores, para conseguir uma certificação, é necessário ter um conhecimento mínimo na área de interesse. Tenho algumas certificações da Microsoft®, algumas realmente foram muito fáceis, outras bem difíceis, mas mesmo as mais simples exigiam um mínimo conhecimento no assunto, organização e estudo. Então, se a certificação me exige essas coisas, no mínimo ela prova que eu tenho certo conhecimento no assunto, sou organizado e tenho disposição para o estudo. É certo que uma ou duas certificações não vão provar que eu sou o "expert" no assunto, mas provarão que eu o conheço e não "caí ali de paraquedas", portanto a afirmação no início do parágrafo é falsa.

"Certificação vai me garantir emprego". Outra frase que é muito repetida, às vezes com uma interrogação ao fim, mas de qualquer forma tem o mesmo efeito, e essa eu posso te responder de pronto: não, não vai te garantir o emprego, mas vai te ajudar bastante na hora de "ser lembrado". Algumas empresas dão um valor muito grande a certificações, então se você tem alguma em seu currículo, já deu um salto em relação aos seus concorrentes, e mesmo as empresas que não dão um valor tão grande assim sabem que elas têm o seu valor e também irão usá-las como um diferencial em uma seleção. Porém não vai ser porque se é certificado em X ou Y que vai te garantir um emprego, ou a continuidade em um, e sim a sua verdadeira capacidade em executar a função, e isso é fácil de ser percebido nas primeiras semanas de trabalho. No fundo, para o empregador, a certificação serve como um facilitador, ajudando no filtro de candidatos a uma vaga e acelerando o processo de seleção em sua empresa.

Além do que foi explicado, a certificação ainda tem outros benefícios, mesmo que você não esteja procurando um emprego. Ela pode ser uma ótima forma de obter novos conhecimentos e novas tecnologias. De qualquer forma, você será obrigado a estudar para consegui-la, e em nossa área o conhecimento do novo é imprescindível, a constante atualização é um dos requisitos do profissional da informática. Hoje, se alguém me pergunta: "devo me certificar?", responderei que sim, se certificar lhe fará bem profissionalmente e em uma eventual necessidade fará a diferença em seu currículo.


09/08/2010 | 09h30



Nenhum comentário:

Postar um comentário