27 de jul de 2010

Os japoneses também querem usar tecnologias da moda, como realidade aumentada e 3D, para completementar o jogo.

Se depender do Japão, veremos partidas de futebol holográficas na Copa de 2022

A Copa do Mundo de 2010  já é uma memória distante, então o Japão começou a preparar sua proposta para a Copa de 2022. Pelo que eles estão mostrando para a FIFA, ela será ridiculamente futurística. Pra dar uma ideia, os japoneses querem partidas holográficas em tempo real sendo transmitidas ao redor do mundo.


Os fãs vão se reunir em estádios ao redor do mundo, e o Japão vai passar uma versão holográfica da partida, em tempo real, nos campos de futebol. Os jogadores vão correr, os melhores vão fazer gol, e os torcedores vão torcer - melhor que isso, só indo pro Japão ver a Copa.

Os japoneses também querem usar tecnologias da moda, como realidade aumentada  e 3D, para completementar o jogo, e querem usar novas tecnologias como um sistema de tradução automática de audio e "Freeviewpoint Vision", que usa câmeras acima do campo a fim de mostrar a melhor perspectiva dos jogadores (é uma versão melhorada da Skycam). Ainda não sabemos se eles vão convencer a FIFA de usar replay até lá, no entanto.

Mas a concorrência para sediar a Copa de 2022 será acirrada. Há diversos países querendo sediar a Copa também - EUA, Inglaterra, Espanha e Portugal, Austrália, e outros - e como o Japão co-sediou em 2002 e a FIFA não é muito disposta a usar tecnologia, talvez não vejamos essas coisas tão cedo. A gente já vai sediar a Copa em 2014, mesmo - agora vou torcer pro Japão.

Casey Chan e Felipe Ventura| 27/07/2010 | 08:30

Nenhum comentário:

Postar um comentário