5 de jul de 2010

Nem Alemães, Espanhóis, Holandeses ou Uruguaios. Foram os americanos.

Turistas dos EUA gastam mais na Copa, diz Visa


Operadora líder mundial de cartões , uma das seis Fifa Partners, registra US$ 176 milhões em transações entre 1º e 25 de junho na África do Sul


Pela primeira vez como patrocinadora oficial da Fifa, marca já colhe os bons resultados

A Visa começou a contabilizar os frutos de sua primeira Copa do Mundo como Fifa Partner, o mais alto grau de patrocínio da entidade máxima do futebol em seu maior evento. Considerando apenas os turistas presentes na África do Sul entre 1º e 25 de junho (período da fase grupos), foram registrados pela empresa US$ 176 milhões (1,33 bilhão de rands, na moeda local) em operações com os cartões da bandeira Visa, cifra 209% superior ao mesmo período do ano anterior no país. 

O levantameno aponta ainda que 90% desses gastos são típicos de viajantes de lazer e negócios como hospedagem, alimentação, varejo, aluguel de carros e passagens aéreas. Os norte-americanos lideram essa estatística com US$ 34,5 milhões, seguidos pelos britânicos com US$ 33,8; australianos, US$ 8,8 milhões; brasileiros, US$ 6,5 milhões; e franceses, US$ 6,4 milhões. Os turistas desses cinco países representam 47% do montante mensurado pela Visa. No total, são em média 51 mil transações por dia feitos por turistas da Copa com cartões Visa.

A expectativa é de que no balanço final, que Visa, deve divulgar no próximo dia 12 é que alemães, espanhóis e holandeses melhores suas posições no ranking preliminar, visto que as autoridades aéreas sul-africanas estão registrando a chegada de grande numero de turistas desses países. Entre os dez países que mais gastaram no turismo da Copa aparecem dois vizinhos da África do Sul: Moçambique e Bostwana. A maior parte deste é de estrangeiros que residem no país a trabalho, entre eles,muitos brasileiros com cartões emitidos nestes países. 

Entre os muitos privilégios como Fifa Partner, a Visa tem exclusividade em todos os pontos de venda para pagamentos com cartões e de crédito e débito dentro dos dez estádios utilizados durante a Copa do Mundo. A empresa também é a única da categoria compermissão para fazer mídia exterior nas áreas delimitadas pela Fifa e o governo sul-africano como áreas limpas, onde marcas não associadas à Copa são proibidas de veicular. Os diversos bonecos gigantes Zacumi,o leopardo mascote oficial da Copa, distribuídos em diversos pontos comerciais do país para turistas posarem para fotos também trazem sinalização de Visa.

Em 2009, o total registrado por Visa em transações na África do Sul ficou em US$ 1,79 bilhão. Somente no primeiro trimestro deste ano já foram contabilizados US$ 566 milhões.

Rankings dos turistas que mais gastaram:

 EUA US$ 34,5
 Reino Unido US$ 33,8
 Austrália US$ 8,8 milhões
 Brasil US$ 6,5 milhões
 França US$ 6,4 milhões
 Alemanha US$ 5,3 milhões
 México US$ 4,9 milhões
 Moçambique US$ 4,7 milhões
 Canadá US$ 4,7 milhões
10º Botswana US$ 4,3 milhões 



Nenhum comentário:

Postar um comentário