21 de jul de 2010

37% dos produtos brasileiros exportados para a Ucrânia são Catarinenses.

SC assina protocolo sobre portos e turismo com a Ucrânia

Comitiva de SC após a reunião com a vice-governadora de Odessa.
 Foto Carlos Mello/Secom

Nesta quarta-feira, último dia de visita da missão catarinense à Ucrânia, no Leste Europeu, o governador Leonel Pavan firmou protocolo de cooperação econômica, portuária e turística com a Província de Odessa, no Sul do país.

Dos produtos brasileiros exportados para a Ucrânia, 37% são de Santa Catarina. “Por isso, o Estado tem papel estratégico no processo de ampliação e fortalecimento das relações comerciais com este país, em parceria com a iniciativa privada”, pontuou Leonel Pavan.

A comitiva catarinense foi recebida pela vice-governadora de Odessa, Liudmila Varrava. Ela, que também é responsável pela política de investimentos nacionais e internacionais, considera que há boas oportunidades de cooperação, não só na área econômica e portuária, mas também no setor turístico pelas afinidades culturais entre Santa Catarina e a Ucrânia. “Somos uma região pequena, mas com grande movimentação econômica e de turismo de praia nos meses de verão”, observou.

O secretário de Planejamento e de Articulação Internacional, Vinicius Lummertz Silva, informou que uma nova missão empresarial da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc) deve visitar a Ucrânia, entre setembro e outubro, para discutir investimentos nos setores de agronegócio, siderurgia e equipamentos para a produção de energia elétrica. Antes, no dias 26 e 27 de agosto, empresários brasileiros, catarinenses e ucranianos estarão reunidos em Brasília para participar da 4ª Reunião da Comissão Intergovernamental de Comércio entre os dois países.

A partir desta quinta-feira, 22, missão catarinense estará na República Tcheca, onde participará de audiências no Ministério da Agricultura e na Câmara de Comércio e Indústria, na Capital, Praga.

21/07/2010 | 16h27


Nenhum comentário:

Postar um comentário