29 de jun de 2010

Mais do que nunca, o Twitter faz dos fatos a comunicação instantânea.

Anúncio com erro sobre eliminação do Brasil na Copa vira piada no Twitter
O grupo Pão de Açúcar, dono do Extra, diz que o equívoco foi do jornal

29/06/2010 às 14h30


O anúncio correto é esse



Uma peça publicitária com a mensagem de que o time de Dunga teria sido eliminado da Copa do Mundo virou motivo de piadas entre usuários do Twitter nesta terça-feira (29). O Brasil eliminou o Chile ao vencer por 3 a 0 a partida disputada ontem.
A propaganda diz “A ‘I qembu Le sizwe’ sai do Mundial. Não do coração da gente”, em letras grandes. No texto menor, explica:

- Na África, no idioma Zulu, ‘I qembu Le sizwe’ é SELEÇÃO. Valeu, Brasil. Nos vemos em 2014.

Entre as piadinhas estão:
- Secador oficial da seleção (@WelderMM)
- Estão pensando em abrir um extra em Buenos Aires (@montmello)
- Se dependesse do pessimismo do Extra e da Folha de S. Paulo, o Brasil tinha perdido pro Chile! (@amanditacosta)
- Mega mico do estagiário, rs (@lazarofreire)
- Isso é que é acreditar no Brasil heim? (@nisnoopy)
- Ejaculação precoce - Folha de S. Paulo divulga anúncio do Extra sobre eliminação do Brasil da Copa (@blogosphera)
- Por essas e outras que Dunga e seleção dizem que a imprensa está contra a seleção brasileira na Copa (@AraujoRodolfo)

O grupo Pão de Açúcar, dono do Extra, informou que enviou ao jornal duas opções de anúncios, uma para o caso de vitória do Brasil contra o Chile e outra para eliminação do time brasileiro.

Em nota, a empresa varejista esclareceu ainda que hoje deveria ter entrado o anúncio da vitória, mas, por “erro humano”, saiu impresso o da derrota do Brasil.

- O Extra lamenta o erro ocorrido hoje na veiculação do anúncio no jornal Folha de S.Paulo. A Folha errou na seleção do material para publicação e irá se retratar publicamente com a correção do material visto que, como patrocinador da seleção, a rede Extra tem sido uma entusiasta do time brasileiro.

Em outra página do mesmo caderno especial, a Folha anuncia, hoje, a transmissão de um jogo do dia anterior. A peça da rádio Transamérica, publicada no jornal, ironiza o Chile: “para quem tem a Cordilheira dos Andes como vista, voltar para a casa não é tão ruim”, sugerindo a eliminação da seleção rival.


O  presidente do conselho de diretores do grupo Pão de Açúcar, Abilio Diniz, disse nesta terça-feira (29) que o erro do jornal Folha de S.Paulo com o anúncio da rede de supermercados Extra é "inadmissível". A peça publicitária sugeria que a seleção Brasileira foi eliminada da Copa do Mundo no jogo contra o Chile, ontem.
Em um post no Twitter, Diniz disse estar "ao lado dos que se indignaram com o anuncio publicado erroneamente pelo jornal". O executivo disse ainda que a empresa não compartilha com a "impunidade" e que irá tomar providências sobre o assunto, para "responsabilizar os culpados".

Mais cedo, o Pão de Açúcar informou que enviou ao jornal duas opções de anúncios, uma para o caso de vitória do Brasil contra o Chile e outra para eliminação do time brasileiro.

A peça publicitária diz “A ‘I qembu Le sizwe’ sai do Mundial. Não do coração da gente”, em letras grandes. No texto menor, explica: "Na África, no idioma Zulu, ‘I qembu Le sizwe’ é SELEÇÃO. Valeu, Brasil. Nos vemos em 2014".

Em nota, o grupo Pão de Açúcar esclareceu que deveria ter entrado nesta terça-feira o anúncio da vitória, mas, por “erro humano”, saiu impresso o da derrota do Brasil.

- O Extra lamenta o erro ocorrido hoje na veiculação do anúncio no jornal Folha de S.Paulo. A Folha errou na seleção do material para publicação e irá se retratar publicamente com a correção do material visto que, como patrocinador da seleção, a rede Extra tem sido uma entusiasta do time brasileiro.



Nenhum comentário:

Postar um comentário