26 de out de 2010

Praga capaz de invadir sistemas de grandes corporações sem ser detectada por softwares de segurança

Ataques virtuais quase invisíveis ameaçam agentes financeiros

Além de terem acesso a dados sigilosos, os cibercriminosos conseguem, ainda, estabelecer bases para futuros ataques, já que todas as ações são extremamente sutis

Foi anunciada, na semana passada a descoberta de uma nova categoria de praga virtual, capaz de invadir sistemas de grandes corporações sem ser detectada por softwares de segurança. As chamadas técnicas avançadas de invasão (AET, em inglês) combinam vários acessos simultâneos a uma mesma rede, burlando firewalls e antivírus, que, por hora, têm sido ineficazes na proteção de dados.

O anúncio foi feito pela Stonesoft, pequena companhia especializada em segurança virtual, que comparou as AETs a chaves mestras, por serem capazes de "abrir" qualquer rede protegida sem serem percebidas. Segundo a empresa, além de terem acesso a dados sigilosos, os cibercriminosos conseguem, ainda, estabelecer bases para futuros ataques, já que todas as ações são extremamente sutis.

 

Investigações

 

Os diretores da Stonesoft afirmaram que deve haver mais grupos trabalhando pela descoberta de formas para conter as invasões. Entretanto, com o anúncio feito, foi a companhia que disparou no mercado. Com a divulgação do comunicado, suas ações subiram 20%, e continuam subindo 9%, em média.

As informações são da América Economia. 

 

25/10/2010 | 12h29min

 


Nenhum comentário:

Postar um comentário