30 de ago de 2010

O celular como ferramenta de compras é viável no Brasil? Bem, no mercado da terra do Tio Sam.

15% dos consumidores americanos já realizam compras por aparelhos móveis

De acordo com estudo da Stearling Commerce, mais de 60% dos entrevistados consideram importante a possibilidade de utilizar o celular durante a compra para verificar a disponibilidade de um produto.

A Sterling Commerce, subsidiária da AT&T e Demandware, divulgou uma pesquisa que examinou preferências e atitudes de consumo relacionadas com compras feitas usando aparelhos equipados com recursos de mobilidade. Como resultado, o estudo determinou que os consumidores cada vez mais recorrem ao uso dos aparelhos móveis para que suas compras feitas nas lojas sejam mais completas.

De acordo com a pesquisa, realizada com 3,6 mil consumidores americanos, revela que 15% do total já utilizaram aparelhos móveis para fazer compras. Embora praticamente todos (96,2%) os consumidores entrevistados possuam um celular, somente um pouco menos da metade tinha um smartphone.

Mais de 60% dos entrevistados acham que é importante a possibilidade de utilizar o celular durante a compra para verificar a disponibilidade de um produto, em uma determinada loja; Além disso, 20% dos consumidores usam o celular para criar listas ou cestas de compras e um número ligeiramente superior a este estaria interessado em um aplicativo específico para o celular que pudesse ajudá-los a administrar suas listas ou cesta de compras em suas lojas favoritas.

“Os atuais consumidores estão transformando a experiência de compra com seus celulares e os varejistas que não desmembrarem seus canais ficarão impossibilitados de acompanhar o mercado”, disse Jim Bengier, executivo da área global de varejo na Sterling Commerce.

“A ordem agora para o varejo não é mais apenas criar um canal móvel e oferecer a consumidores um número maior de opções, mas também achar formas inovadoras de alavancar a mobilidade para influenciar o comportamento de compra dos consumidores, integrando todos os canais de venda”, disse Jamus Driscoll, vice-presidente de marketing na Demandware.

As demais conclusões da pesquisa continuam destacando as preocupações dos consumidores com segurança e facilidade de uso de seus aparelhos móveis. Para eles, a falta de conectividade com a internet, lentidão na interação com websites e dificuldades como inserir informações em teclados pequenos são os maiores obstáculos.

30/08/2010



Nenhum comentário:

Postar um comentário