29 de jun de 2010

Veja 10 momentos bizarros das empresas de tecnologia.

As 10 campanhas de marketing mais tacanhas do mundo da Tecnologia

Por IDG News Service -29/6/010 - 17h46

Mesmo empresas como a Apple e a Microsoft, não deixaram de cometer, nos últimos anos, verdadeiras gafes e momentos hilários para o público. A boa imagem das empresas, e dos respectivos produtos, sempre é motivo de preocupação, principalmente, em eventos públicos ou campanhas publicitárias. No entanto, mesmo empresas como a Apple e a Microsoft não escaparam, nos últimos anos, de momentos desastrosos.

Abaixo, selecionamos 10 momentos bizarros das empresas de tecnologia.

1. O vídeo viral da MSI 
A MSI, fabricante de computadores, tentou, em 2009, alcançar a popularidade com o comercial - Guy Catches Laptop With His Butt - publicado na web. O clipe mostra uma dupla de rapazes jogando os laptops da companhia e segurando os produtos entre as pernas. A proposta da MSI era destacar os produtos super finos da linha de laptops X-Slim.
Você pode imaginar como os executivos assimilaram o vídeo? No fim, foi uma maneira de alcançar o público universitário.
Obviamente, a MSI não conseguiu perceber que existe grande diferença entre fazer as pessoas rirem e fazer as pessoas comprarem.

2. O erro de marketing da Sony
Em 2006, a Sony contratou uma empresa de marketing para criar uma suposta campanha "voluntária", voltada ao público adolescente, para o Playstation Portátil (PSP). O protagonista era um "adolescente", que, exclusivamente, blogava sobre como ele e seus amigos realmente queriam um PSP no Natal.
Logo foi descoberto que a campanha tinha sido registrada pela agência Zipatoni e a farsa foi descoberta.
Posteriormente, a Sony publicou uma nota admitindo que estava por trás da fracassada tentativa de marketing. Dias depois, o blog e todos os vídeos desapareceram  (dica: você ainda pode vê-los via archive.org). Em uma declaração feita à BusinessWeek, o então chefe de comunicação da Sony, David Karraker, chamou o projeto de "uma ideia de marketing mal executada". Assista, aqui.

3. Projeto musical da Microsoft
Em 2009, a Microsoft criou um vídeo promocional de quatro minutos do, então, lançamento Songsmith. O software permite que o usuário cante, acompanhando faixas de apoio personalizadas, no melhor estilo "American Idol".
O vídeo, infelizmente, foi mais um rascunho do Saturday Night Live, do que qualquer outra coisa.

4. Bill Gates e Jerry Seinfeld
Este foi uma dos movimentos mais bizarros da publicidade de tecnologia. A Microsoft gastou 300 milhões de dólares em uma curta série de comerciais com Jerry Seinfeld e Bill Gates, em 2008. A ideia, disse a Microsoft, foi ajudar a "envolver os consumidores" e " criar uma conexão emocional".
Essa conexão começou com um anúncio de dois minutos mostrando a estranha dupla comendo churros e fazendo compras de sapatos. Na verdade, ninguém entendeu a campanha inteira.

5. Não copie este disquete
A associação de mercado SIIA, Software & Information Industry Association, é talvez mais conhecida por seu vídeo de rap "Don't Copy That Floppy", dos anos 90, do que por qualquer outra razão.
Por isso, em 2009, foi produzida uma versão atualizada do hino, agora como "Don't Copy That 2", atualizando a letra, de acordo com as novas tecnologias e os casos violação de direitos autorais.
A tecnologia pode ter mudado, mas o rapper do vídeo ainda é o mesmo, tentando convencer a juventude norte-americana que a partilha de arquivos poderá resultar em multas e prisões.

6. Apple vai à escola
Independentemente, do que você pensa de seus produtos, é difícil negar, a Apple é brilhante em termos de marketing. Mas a companhia nem sempre acerta.
Vamos voltar aos anos 80, quando a Apple lançou um anúncio para o seu computador Apple IIc.

7. Packard Bell aprende uma lição
Em meados dos anos 90, a fabricante de computadores, Packard Bell, lançou uma campanha que tentou comparar o mundo a um tipo de floresta pós-apocalíptica, oprimindo humanos, que empurram carros e andam sobre pontes. No centro de tudo isso fica uma biblioteca pública. A mensagem do anúncio era:
Por que se sujeita a mundo como esse se você pode ficar em casa e fazer tudo do seu computador Packard Bell?
A campanha, basta dizer, falhou.

8. A festa de lançamento do Windows 7
O vídeo intitulado como "HostingYourParty" foi um tentativa da Microsoft de chamar a atenção para o novo sistema operacional da empresa, o Windows 7. A campanha não poderia ter sido mais frustada. Basta ver o vídeo do lançamento e você vai logo entender.
O Windows 7, embora longe de ser perfeito, foi uma enorme melhoria sobre o Vista, seu antecessor. Mas, dar uma festa com atividades temáticas da Microsoft foi um esforço altamente artificial e, pelo menos, garantiu muitas paródias, que essas sim, foram dignas de comemoração.

9. Uma terrível campanha de áudio
Confira este anúncio no Reino Unido originado pela empresa de áudio Amstrad. O produto The Amstrad Studio 100 poderia tornar qualquer "um DJ", mas se esse vídeo com sons horríveis, deixou o produto em apuros.

10. Steve Ballmer e o hino de comédia
Durante a conferência de desenvolvedores da Microsoft, no início de 2000, Steve Ballmer, atual CEO da Microsoft, criou um clássico cult de comédia ao gritar: "Developers! Developers! Developers!". Assista o vídeo.
(JR Raphael)


Nenhum comentário:

Postar um comentário